Advertisement
Remove

Judy Vegas está na cozinha de sua casa cortando uns pedaços de peixe que Jack havia pescado logo cedo com o filho deles, Jesse de 10 anos. Levanta os olhos, os vê da janela, em frente a pia, e solta um largo sorriso orgulhosa do marido ensinando o filho, como sempre fazer aos sábados, depois da pescaria ... " BANG!" Jack faz uma demonstração com seu rifle, acertando em cheio uma lata:

_Sua vez. Lembre-se: o importante nã ...

_ Não é acertar da primeira e sim evoluir em cada tiro! Eu já sei pai! _Jesse completa a fala do pai, ansioso para dar o próximo tiro. Recarrega a sua espingarda, já com a destreza de um adulto, enquanto Jack o observa atento, sentindo orgulho de seu filho:

_Muito bem ..._ Jack solta um leve sorriso atento em Jesse fazendo uma mira concentrado no alvo ... BANG!

_ Isso! ... _ Vibra! Enquanto Jesse está ainda com os olhos fixos naquela lata, como se disse-se; TE ACERTO NA PRÓXIMA! Vira-se para seu pai e pergunta:

_ Gostou? _Finalmente o garoto solta um sorriso para seu pai que o elogia com um largo sorriso:

_ Está cada vez melhor! _ O pai estende a mão e o filho bate com força, mordendo o lábio inferior sorridente. Jack continua:

_ Logo, logo, aquela latinha ali, vai voar pelos ares! ELE ELE ELE ... Os dois riem e Jesse completa fazendo piada:

_Isso se o ferrugem nao fazer ela virar poeira pelo ares! ha ha ha ha! ... Faz tempo que estou tentando acertar a danada! oi oi ... _ Seu pai concorda:

_ É ... ha ha ha! ..._ Os dois se divertem e continuam se revesando entre um tiro e outro ... Até serem interrompidos pela matriarca:

_O almoço está pronto! _Judy solta a goela chamando os dois e Jack se apressa:

_Opa! Hora do momento da sua mãe. Deixe isto comigo. _Jack pega a espingarda do seu filho enquanto ele agradece:

_Valeu, pai! _Enquanto o pai se dirige ao alojamento, o garoto corre; passando pela cozinha e chegando num instante na sala; senta-se em sua cadeira; puxa o ar enchendo os pulmões e sentindo o cheiro daquele, sempre delicioso almoço, que só uma mãe sabe fazer! Jesse tira as suas luvas meio apertadas, por causa do seu crescimento meio acelerado. Enquanto Judy coloca a última panela na mesa já advertindo o seu filho:

_Lave as mãos, mocinho! _Mas ele tenta se justificar:

_Eu estava com minhas luvas, mãe! _Então ela reforça, enquanto tira o chapéu do filho:

_Não toque na comida com as mãos suadas. _Só então Jesse se levanta, obedecendo:

_Está bem, mamãe. Enquanto isso Jack já vem entrando na sala e aperta com carinho o ombro esquerdo de Judy e a beija na testa e senta-se em seguida. Logo, os três estão à mesa agradecendo aquele momento! Judy sempre começa a orar em voz ambiente:

_ Obrigada Senhor, por nos conceder mais este dia e este momento juntos, para desfrutar das tuas bençãos. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém! Os dois repetem o amém.

Judy estende o braço esquerdo com uma garrafa de vinho na mão e coloca meia taça para Jack, que agradece com um sorriso e sobrancelhas erguidas:

_ Opa! Obrigado, querida! _Sua esposa responde com um olhar sempre apaixonada, confirmado com um leve sorriso. O breve som de talheres confirma mais uma vez o talento de Judy na cozinha.

...

Jack após terminar sua refeição, coloca água no copo e souta um elogio ao filho:

_Judo, o nosso homenzinho aí está cada vez melhor com a espingarda!

_Hum! ..._ Judy acena com a cabeça enquanto dá as últimas mastigadas em sua alimentação. O garoto sorrir acenando também com a cabeça para sua mãe, se levanta recolhendo o seu prato e do seu pai, leva-os para uma pia, e comenta:

_Foi por um palmo que eu não acertei! .._ Jack não perde tempo e brinca:

_É ... " um palmo do Frankenstein "! _ Judy, que estava tomando água, quase se engasga rindo ... Enquanto o menino também é contagiado:

_ Ei! HÁ HÁ HÁ HÁ ... ' Não estrague o meu momento' HI HI HI ... _Jack ri, assanha o cabelo do filho e o abraça demonstrando carinho. Judy se levanta em seguida e abraça a sua família, revesando os rostos em beijos, fala orgulhosa:

_Jesse Vegas, você será um grande homem, assim como Jack Vegas! ... E essa mocinha aqui dentro de mim ... Katerina Vegas também será uma grande mulher! ... _Jack começa a acariciar a barriga de sua mulher e concorda esticando um sorriso acompanhado de um olhar brilhante: _Esta será, sim, uma grande Vegas! ... _Os três ainda estão abraçados, ... mas Jesse está curioso: _Mãe, como a senhora sabe que não é um menino? _Judy responde com um brilho no olhar como nunca teve:

_O coração de uma mãe nunca se engana meu filho.

...

Depois do sagrado descanso da tarde, os três (os quatro) estão no estábulo, cuidando de alguns de seus cavalos.

Aos sábados Jack costuma dispensar seus ajudantes antes do meio-dia para aproveitamento mais tempo com a família ...

Uma estação de rádio do Texas toca country enquanto eles escovam os cascos e os pelos animais ...

Começa então uma música bem antiga e Judy então se levanta do banco e vai até o aparelho de rádio e aumenta o volume do som...

Jack pára por um instante, fica a observar sua esposa caminhar com aquela barriga, naquele vestido rosa clarinho... aquelas pernas fortes, bem torneadas, usando as botas novas...O tempo parece passar mais devagar...Os movimentos da mulher parecem com um balé natural. Ela tem doçura nos gestos de cada passo... A paixão deles se renova a cada instante que o coração é sincronizado em fazer algo com quem se ama! Ela vira-se já com a mão esquerda sobre o peito e o braço direito esticado ainda com a escova de limpar os cavalos na mão direita, num gesto de dança, com os olhos fechados, ela dá um passo...outro passo...Jack já tirou as luvas e caminha com passos largos até sua esposa... Os olhos do homem estão brilhantes, seu rosto não consegue deixar de sorrir, ele toca na cintura dela como se toca-se num pedaço do seu próprio coração. O som daquela música perece estar sincronizado com o amor ganhando forma naquela junção entre homem e mulher! Os dois dançam com suavidade, como a música pedia...

A música termina. Judy aconchega a cabeça sobre o peito do seu marido por breve instante ...passa a ponta da língua, suave, entre os lábios...mas antes que buscasse os lábios do seu amado, é acariciada no rosto e tocada no queixo, tem o seu desejo realizado! Os dois se beijam como se fosse a primeira vez...

E Jesse? Ele já se acostumou com esses momentos. Parece nem perceber quando seu pai beija sua mãe! Fica lá fazendo o seu serviço já bem adiantado, deixando o pérola, o cavalo negro bem mais brilhante!

Continua...

Advertisement

About the author

francinaldo2306

  • Brasil

Bio: Pai. Honesto, mas tenho dívidas a pagar. Pobre mas tenho sonhos. Quero sair do aluguel.

Achievements
Comments(0)
Log in to comment
Log In